Black Rivers - The Ship
o

Black Rivers
The Ship

#CulturaéCultura

Campanha para estimular as cidades que ainda não têm um órgão de gestão de cultura

Dirigentes municipais de Cultura do estado foram convocados para uma reunião de diretoria do Fórum Estadual de Secretários e Dirigentes Municipais de Cultura do Rio de Janeiro pelo seu presidente, Marcelo Bravo, de Barra Mansa, nesta segunda-feira, 30 de outubro. A reunião aconteceu na Associação dos Antigos Funcionários do Banco do Brasil (A. A. F. B. B.), situada em Xerém, Duque de Caxias/RJ.

A primeira reunião ocorreu em junho, na Casa de Cultura em Resende – RJ, onde foi elaborada a minuta do Regimento Interno do Fórum. Logo após, em 24 de agosto de 2017, foi realizada a primeira assembleia do Fórum na Caixa Cultural, no Rio de Janeiro. Em pauta estiveram a aprovação do Regimento Interno do Fórum, a eleição do segundo secretário, a elaboração de uma carta aberta ao Ministério da Cultura solicitando a regulamentação do Fundo Nacional de Cultura, uma moção de apoio à criação de secretarias municipais de cultura, entre outros informes e assuntos gerais.

Na pauta desta segunda reunião, a campanha de incentivo aos municípios para a criação das secretarias autônomas, revisão da carta sobre o Fundo Nacional de Cultura ao Ministro da Cultura, o acompanhamento das comissões regionais, Comissão Temática de Financiamento e Comissão Temática de Patrimônio, além da convocação para a próxima assembleia geral do Fórum, prevista para o dia 24 de maio de 2018, em Petrópolis.

Audiências públicas e campanhas de mídia

No encontro de Xerém, foi criada a Campanha: #CulturaéCultura. O objetivo é estimular as cidades que ainda não têm um órgão de gestão de cultura independente, como uma secretaria exclusiva ou uma fundação, a criarem uma. Ainda estão sendo planejadas algumas ações para incrementar a campanha, tais como a organização de audiências públicas e campanhas de mídia.

Na reunião, também ficou decidido que será marcada uma audiência com o Ministro da Cultura, com o intuito de solicitar o repasse de verbas do Fundo Nacional de Cultura para os Fundos Municipais. A ideia, ainda, é envolver outros estados da união nesta cruzada pela democratização e municipalização das verbas do Fundo Nacional de Cultura.

“O fortalecimento da Cultura passa impreterivelmente por um processo de municipalização, com a criação em todas cidades de órgão gestor autônomo do setor e maior participação dos municípios na distribuição das verbas do Fundo Nacional de Cultura”, explicou o secretário de Cultura de Teresópolis e diretor de Articulação Política do Fórum, Márcio de Paula.

O Fórum tem como objetivo dinamizar o Sistema Estadual de Cultura. Previsto pelo Sistema Estadual de Cultura, regulamentado na Lei n° 7.035/2015, ele possibilitará a participação e atuação dos Gestores Municipais, em especial os dirigentes de Cultura, na formulação de diretrizes de uma política cultural comum, respeitando as características e a diversidade cultural de cada região fluminense.

A Diretoria do Fórum Estadual de Secretários e Dirigentes Municipais de Cultura do RJ é composta dos seguintes membros:

— Presidente: Marcelo Bravo (Barra Mansa)

— Vice-Presidente Daniele Marques Correa Reis (Duque de Caxias)

— Primeiro Vice-Presidente: Marcos Marins (Nova Friburgo)

— Integração: Leonardo Randolfo (Petrópolis)

— Primeiro Secretário: Celso Jacob Filho (Três Rios)

— Segundo Secretário: Luís Cláudio Oliveira (Guapimirim)

— Diretor de Articulação Política: Márcio de Paula (Teresópolis)

— Diretora de Comunicação: Denise Assis (Resende)

Texto: Ney Reis - Sec. Cultura de Teresópolis

Foto: Divulgação